ESG

A geração de valores ambientais, sociais, econômicos e de governança nas nossas áreas de atuação é um propósito sólido para nós, graças ao cuidado integral aos nossos colaboradores, à disciplina financeira, à excelência operacional e aos conceitos de sustentabilidade empregados na InterCement Brasil.

A companhia é, inclusive, referência na utilização do processo de coprocessamento do cimento, tecnologia que permite utilizar resíduos industriais, de biomassa ou resíduos urbanos como combustíveis alternativos e substitutos de matérias-primas na produção do material. Em 2020, a taxa média foi de 27% (coprocessamento de resíduos e moinhas), mantendo os mesmos patamares de 2019.

A queima desses resíduos nos fornos de cimento evita que eles sejam descartados em aterros, onde podem causar problemas ambientais, sociais e de saúde pública. Além disso, diminui o consumo de combustíveis fósseis e recursos minerais não renováveis pela indústria. Ou seja, a prática diminui os impactos negativos da produção, sem alterar a qualidade do produto nem ameaçar a saúde dos trabalhadores e da comunidade, já que o processo não produz cinzas. Em alguns casos, contribui com o desenvolvimento sustentável da economia local ou regional, quando a comunidade participa da separação e preparação dos resíduos.

Desde 2020, contamos com uma Diretoria de Sustentabilidade das Operações no Brasil, uma área exclusivamente dedicada a unificar e empoderar a temática dentro da unidade de negócio e que reforça a relevância dada à sustentabilidade na InterCement Brasil.

Nenhum arquivo para o ano selecionado.